30 de maio de 2021

ABJD repudia repressão da PM de Pernambuco, ocorrida na manifestação FORA BOLSONARO, no último sábado, 29

A Associação Brasileira de Juristas Pela Democracia (ABJD) vem a público repudiar a violenta repressão policial a manifestantes ocorrida neste sábado, na capital pernambucana.

Os relatos e as imagens retratam a postura truculenta e intimidadora dos policiais militares, em oposição ao legítimo direito de manifestação, expressão e reunião.
A violência empregada pela PMPE durante a passeata viola frontalmente princípios internacionais que dispõem sobre o uso da força em protestos.
Aos agentes de segurança pública, ao contrário do que ocorreu, caberia agir para garantir a integridade física e o direito constitucional à livre manifestação.

A ABJD repudia também a agressão sofrida pela vereadora e integrante desta associação, Liana Cirne, no momento em que esta tentava a pacificidade do ato. Houve clara violência gratuita contra a vereadora.

Lutar por uma sociedade na qual os direitos individuais e coletivos sejam respeitados e garantidos é direito de todas e todos e bandeira da ABJD.
A ABJD se coloca ao lado do povo nesta e em todas as lutas que virão na defesa intransigente do Estado Democrático de Direito, lugar no qual estejam garantidas a soberania popular, a Constituição Federal e a justiça social.

Notícias Recentes

1 de novembro de 2022

CONVENIO MARCO ENTRE LA UNIVERSIDAD NACIONAL DE JOSÉ CLEMENTE PAZ Y EL INSTITUTO DE INVESTIGACIONES Y ESTUDIOS SUPERIORES DE LA JUDICATURA Y MINISTERIO PÚBLICO

1 de novembro de 2022

Edital de Convocação Assembleia Geral Extraordinária IPEATRA

24 de outubro de 2022

Desembargador do TRT4 Manuel Cid Jardon determina que Stara se abstenha de práticas de coação eleitoral junto a empregados

5 de outubro de 2022

Matías Bailone lança livro Direito Penal Antiterrorista e o Estado Constitucional de Direito